Falando sobre gestão – Geração de valor: o que é isso?

Hoje responderemos a duas perguntas: O conceito de geração de valor deve ser o mesmo para uma empresa de grande porte (capital aberto) e outra de pequeno ou médio porte? A empresa deve gerar o mesmo tipo de valor para todos os que nela têm interesse?

Como dissemos no texto anterior as empresas devem gerar valor aos diversos agentes que por elas tem interesse, mas quando observamos o dia a dia dos executivos das grandes organizações percebe-se que, muitos deles, tem foco no aumento de valor das ações negociadas em bolsa. Muitos são inclusive remunerados com base nessa valorização. Dessa forma, considera-se que o conceito de geração de valor em empresas listada em bolsas de valores é fortemente influenciado ao atendimento às demandas dos shareholders (investidores).

Tais organizações, devido ao seus portes e relevâncias nos contextos em que atuam, conseguem, muitas vezes, determinar o modelo de negócio vigente nos mercados, estabelecer os preços de referência, bem como definir os níveis para posicionamento de produtos e serviços e seus respectivos preços.

De outro lado as pequenas e médias empresa (PME), via de regra, não conseguem ter o nível de influência que as de grande porte. Elas são muito mais dependentes de seus stakeholders (os interessados na empresa). O ecossistema no qual estão inseridas tem maior influência sobre elas comparativamente às de grande porte; dessa forma, as PME não podem desenvolver planejamentos que visem geração de valor sem considerar adequadamente os demais interessados (clientes, fornecedores, colaboradores, comunidade, governo). Cada stakeholder tem uma demanda específica, que precisa ser considerada e satisfeita individual e coletivamente.

Tal situação enfrentadas pelas PME pode parecer limitadora, entretanto temos observado PME que conseguem se inserir nas comunidades que as circundam e além de contribuir com elas, percebem nelas oportunidades para o desenvolvimento de grandes negócios transformadores.

Exemplifico por meio de uma rede de varejo do sul do país: Ela desenvolve diversos e diferentes tipos de projetos de integração de suas lojas com as cidades onde atua, sendo parceira da população, de entidades de interesse público, e por meio dessa capacidade de servir, tem recebido um grande e caloroso retorno das pessoas, sejam elas seus clientes, fornecedores, colaboradores, contribuindo assim para seu crescimento, mesmo em momentos de retração da economia.

Destaco por fim, que a PME tem um papel diferenciado no contexto econômico. Ela pode se inserir de forma mais rápida e precisa em diversos contexto, explorando oportunidades não observadas ou negligenciadas pelas grandes corporações, e oferecer um mix de valor único aos seus stakeholders.

Pense nisso: Estou identificando e aproveitando as oportunidades decorrentes de entregar valor a todos os meus stakeholders?

Daqui a duas semanas responderemos a seguinte questão: “A geração de valor pode ser medida? Se sim, de que forma?

 

Autor

Paschoal Tadeu Russo

*Consultor de empresas e professor do Programa de Mestrado Profissional em Controladoria e Finanças da FIPECAFI.

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *