Fraude e Erro: Principais conceitos

Em “A importância da auditoria e perícia para o combate a fraudes e erros na contabilidade das empresas”, Andressa Kely de Medeiros, Lucicléia de Moura Sergio e Dulcineli Régis Botelho definem os principais conceitos e diferenças entre fraude e erro, esclarecendo a posição desses dentro do processo de auditoria.

De acordo com a NBC T 12, “o termo fraude aplica-se a atos voluntários de omissão e manipulação de transações e operações, adulteração de documentos, registros, relatórios e demonstrações contábeis, tanto em termos físicos quanto monetários”. Ela pode ser caracterizada pela falsificação ou alteração de registros ou documentos; pela omissão de transações nos registros contábeis; por registrar transações sem comprovação; e ainda por aplicar práticas contábeis indevidas, sendo motivada pela intenção de lesão de interesses alheios, resultando lucros líquidos alterados, erros na receita e despesa, omissão de entrada de dinheiro, e outros atos falsos com intenção criminosa. Quando a contabilidade é usada para representar fatos inexistentes, ou então sem veracidade, com o propósito de beneficiar alguém em prejuízo de outrem, existe a fraude em contabilidade.

Ainda de acordo com a Norma “o termo erro aplica-se a atos involuntários de omissão, desatenção, desconhecimento ou má interpretação de fatos na elaboração de registros e demonstrações contábeis, bem como de transações e operações da Entidade, tanto em termos físicos quanto monetários”. São caracterizados por serem involuntários nas demonstrações contábeis, podendo ser aritméticos, de execução nos registros e elementos contábeis, ou por desconhecimento das aplicações dos princípios contábeis. Quanto maior a complexidade das transações ocorridas na empresa, maior a possibilidade de erro.

Para sabe mais, clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>