A importante decisão de atuar no setor público

A crise financeira de 2008 ocasionou incertezas na economia, aumentando o número de recém-formados que planejam obter estabilidade através da carreira no setor público. Dados divulgados pelo IBGE, sobre o ano de 2012, divulgaram que o governo brasileiro empregava cerca de 3,2 milhões de pessoas.

Considerada a maior motivação deste tipo de trajetória, a estabilidade contraria a busca por uma carreira profissional desafiadora e a oportunidade de contribuir diretamente na edificação de políticas para um Brasil melhor. Quem pensa que atuar no setor público é sinônimo de pouco trabalho, engana-se. As questões mais complexas estão concentradas na esfera pública.

Os gestores exigem formação acadêmica específica e qualificada, para modernizar o serviço oferecido à sociedade. Querer fazer a diferença e se contentar com conquistas diárias são dois pontos importantes para fazer carreira no setor público. Muitas vezes os profissionais têm seus projetos impedidos ou modificados devido a empecilhos, como cortes no orçamento e conflitos políticos. Nestes casos é preciso “pensar fora da caixa” e buscar formas inovadoras para pôr o projeto em prática.

Se você exerce ou tem interesse em exercer atividades relacionadas às áreas de gestão, planejamento, orçamento, controle interno, controle externo, licitação e contratos, conheça o MBA Contabilidade Pública da FIPECAFI. Adquira conhecimentos sobre as normas brasileiras e internacionais de contabilidade aplicadas ao setor público.

Matriculando-se até 27/02 você ganha 5% de desconto! Confira as condições com a nossa central de informações: (11) 2184.2020 ou comercial@fipecafi.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>