O valor de um “gestor”

Embora haja uma dificuldade das empresas em precificar o talento e a capacidade de um profissional, estudos vem sendo realizados com o intuito de mensurar o valor de mercado destes, principalmente, na área do futebol. Como exemplo, a consultoria KPMG[1] fez um estudo do valor de Cristiano Ronaldo para o clube Juventus—que nos próximos 4 anos irá gerar uma receita bruta de $ 595 milhões de euros e ao mesmo tempo custar $ 340 milhões. Esse aumento virá de um incremento nas arrecadações com estádio, ingressos, vendas de camisetas, patrocínios, direitos de transmissões e publicidade.

Relacionando esse caso às entidades, busquei estudar a possibilidade de mensurar o valor do gestor Elon Musk—como um agente em diversas frente, com uma história bastante relevante de sucesso em várias frentes, mas com enfoque em sua relação quanto a firma Tesla. Com base em todo o estudo realizado para a disciplina (Teoria da Contabilidade, no segundo semestre de 2018 na FIPECAFI) sobre a história do Elon Musk e a sua posição central como gestor na firma (Tesla).

De acordo com Shyam Sunder (2014)[2], as características dos gestores são a base para o entendimento do seu papel na contabilidade e no controle. A riqueza dos gestores assume a forma de capital e seus serviços para firma são transmitidos por meio dessa fonte de capital. A qualidade e a quantidade do fluxo de serviços dos gestores são difíceis de mensurar, e essa dificuldade torna-se ainda maior nos níveis mais altos da hierarquia gerencial. Uma grande proporção da riqueza total dos gestores profissionais é vinculada a suas habilidades gerenciais e o preço de mercado de seus serviços é determinado por dados do desempenho passado—na visão do autor.

Não existe uma maneira direta de mensurar o valor da alta gestão, portanto. Quanto mais alto o gestor está na hierarquia gerencial, menos observável se torna a contribuição. Os gestores trabalham com outros agentes (acionistas, credores, governo, comunidade, empregados, fornecedores e clientes). As classes de agentes lidam diretamente com os gestores e não com outras classes de agentes. Nem funcionários, nem clientes, nem fornecedores de uma firma têm contato direto com acionistas. Em razão de seu papel de coordenação, os gestores ocupam o ponto central no esquema processual da firma. Considerando o sucesso de Elon Musk e suas empresas, o ensaio buscou contribuir com possibilidades de mensuração do “gestor Elon Musk”, com o objetivo de responder a seguinte questão: É possível mensurar o valor do gestor Elon Musk?

Com base na literatura, porém, não identificamos bases de mensuração a valor de mercado desse importante agente. Através da ótica de Sunder, Elon Musk está no nível mais alto da hierarquia gerencial tornando sua mensuração muito difícil. Contudo, numa visão mais atual é possível notar o valor de Musk de alguma forma indireta, sem saber seu valor exato, pois suas ações abalam ou elevam o valor de mercado das suas empresas. Aproximando Elon Musk do Cristiano Ronaldo.

É possível corroborar preço de mercado muito alto, pois esse agente criou, e foi por meio de experiência que aprendeu a lidar com incontáveis problemas operacionais e com investidores e funcionários. E, hoje, suas duas maiores empresas mostram sua reputação através de dados contábeis consistentes. Reputação essa que vem sendo abalada com as últimas notícias envolvendo seu comportamento perante a Tesla, pois suas escolhas afetaram outrosagentes da firma e as reações desses outros agentes afetaram o próprio Elon Musk, que teve que deixar a presidência da Tesla. Nesse caso, houve impacto direto no preço de ação da Tesla. Como Musk tem uma gestão muito pessoal de tudo o que faz, há impacto direto que seria possível mensurar na valorização ou declínio de preços de suas empresas. Assim, estudos futuros podem focar e contribuir a literatura sobre esse valor incremental do gestor Elon Musk.

[1] KPMG. Ronaldo Economics. Acesso em: https://assets.kpmg.com/content/dam/kpmg/nl/pdf/2018/advisory/ronaldo-economics.pdf.

[1] SUNDERS, S. Teoria da Contabilidade e do Controle, Atlas, 2014.

Autora:

Damaris Elisa Gomes Marson

Texto Revisado por: Rudah Giasson Luccas

Clique abaixo e veja o perfil da Damaris Elisa no Linkedin!

Damaris Elisa

 

Clique abaixo e veja o perfil do Professor Rudah Giasson Luccas

Rudah Giasson Luccas

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *