fbpx

Otimismo com cautela

O terceiro quarto   de 2019  , mostrou-se  melhor  que  o  esperado  , com os primeiros  sinais de  melhora  da  economia  ,  dada  a   maior  geração de  empregos pelo  CAGED(out/19)  com  70.852  vagas (13 mil a mais  que  outubro 2018)  e  produção  industrial (+0,30% em setembro/19 contra -2,40%em set/18  )   .       

O mercado  percebe  também   maior expectativa  de  crescimento do  PIB   para  2019,  sintetizado no  boletim   FOCUS abaixo (de  0,85% aa  para 0,92%) .   Assim consolida-se uma  projeção de  crescimento  perto de  1,0% para o PIB   , em um ano  que  quase  chegamos a  0,75%  de  estimativa  .  Para 2020   as  expectativas  também  mostram  evolução  com   2.0%aa .  

A  finalização   da  reforma  da  previdência em outubro , a baixa  inflação (3.29%aa,2019)  , e a  expectativa  de  novas  reformas  como a  tributária  e a  administrativa , aliadas  as  prometidas  privatizações  ,  podem trazer  uma corrente de entradas de  capital  estrangeiro  alimentando o  otimismo . Assim  ,  o  desempenho  ate o momento da   Bovespa  superando  os  108.000  pontos  e  os  juros  abaixo de  4,90% aa   ,  já  são  consequências  das  medidas  tomadas  e das  expectativas  futuras.

Algum tipo de  correção  nesta trajetória   de otimismo  , principalmente  nos mercados  financeiros(câmbio ),    quanto  no mercado de  capitais, porém  , pode  acontecer ,  dado  que  nenhuma expectativa  é 100%  precificada a  valor  presente.

Solavancos   externos   são uma  ameaça constante , e  este  novembro  trouxe vários  de  volatilidade  : convulsão  social no Chile (não  há como não  lembrar do nosso junho de  2013) , eleições na Argentina e Bolívia (está  última de  certo ponto melhor  para  o mercado)  ,  soltura  de  Lula  ,  e para  não  ficarmos  somente  no plano político , a  decepção   com o leilão  do  pré   sal . Ainda falando  do  setor  externo , a trade  wars  sino-americana  ainda  continuará  como uma  ameaça  sobre  o  crescimento  mundial .

As  bases  reformistas  internas  estão  lançadas  para  2020  , trazendo   uma  fase  de  crescimento  positiva  que se  concretizará , após  anos  de   recessão  extrema  , cabe  somente  a prudência  de  trabalhar melhor   expectativas ,  como no leilão do  pré  sal ,  de  forma  a  evitar  correções  maiores    que  venham  a  diminuir  a  confiança  do  investidor externo ou  doméstico e  minimizem  novas fontes externas  de  ruído .

Autor

Marcio Shimada
Professor do Curso CEFIN (Contabilidade, Controladoria e Finanças)