Por que a aparência comunica?

Family firms

Veículo: Catho

*Reinaldo Passadori

Pode parecer óbvio, mas muitos não sabem quais são as mensagens que transmitem por meio das suas expressões corporais e aparência. A comunicação corporal bem desenvolvida exige a vigilância constante de gestos e expressões — o que em excesso pode prejudicar a naturalidade da comunicação.

Assim, destaco que a aparência deve ser cuidada para transmitir a mensagem que você deseja e não causar ruídos no processo comunicacional. Por isso, as cores e estilos, que escolhemos para vestir, revelam muito sobre nossa identidade, aspirações e hábitos.

Projetar uma imagem positiva e natural envolve a análise de todos os fatores de nossa vida. Geralmente, o que nos proporciona mais conforto social é estar em harmonia, ou seja, não destoar, o que não significa se despersonalizar. As roupas devem nos servir como complementos e não o contrário.

As corporações possuem cultura própria, o que se revela também por meio da vestimenta de seus colaboradores. É importante informar-se sobre o tipo de traje adotado por uma empresa. Isso vale desde a primeira entrevista até uma apresentação em público. De modo geral, discrição é a palavra-chave, ou seja, nada de extravagâncias.

A postura física mostra muito quem é você. A cabeça ligeiramente erguida, os passos firmes e leves são indicativos de autoestima e assertividade, no entanto, ombros e cabeça inclinados para baixo indicam o contrário, que você não está nos seus melhores dias e ‘’contará‘’ isso aos outros. Procure sempre olhar-se no espelho e observar o modo como seu corpo se movimenta. Se for o caso, filme-se e assista para se avaliar.

Outro aspecto importante que compõe a aparência é a forma de olhar. Os olhos são a ponte que estabelecem a conexão com o interlocutor ou com a plateia. Quando o olhar não se conecta, a comunicação perde muita força.  Algumas pessoas têm muita dificuldade para olhar diretamente para outras, devido à rígida educação que receberam.

A boca também é outro ponto relevante que transmite inúmeras e enigmáticas mensagens. Quando os lábios são contraídos, revelam raiva ou surpresa, indicam que a pessoa não quer deixar escapar o que iria dizer. Lábios pressionados expressam tensão, desaprovação ou frustração. Firmes e esticados demonstram tentativa de omissão. Quando em dúvida, a pessoa geralmente forma um bico com os lábios, expressão confirmada se estes forem tocados por dois dedos. Cantos dos lábios levantados sem mostrar os dentes, formam o famoso sorriso forçado. Cantos dos lábios voltados para baixo, tristeza ou desgosto. O lábio superior encobrindo o inferior pode indicar sentimento de culpa. O inferior cobrindo o superior pode revelar incerteza.

O cuidado com gestos fecha o quadro das mensagens expressas pela aparência, principalmente quando falamos de mãos e braços, pois são as partes do corpo mais usadas para completar a linguagem oral. As duas mãos na cintura (posição de açucareiro), no queixo, nos bolsos ou presas na frente ou atrás do corpo são posições muito comuns. Em situações de ansiedade, as pessoas costumam colocar uma das mãos no rosto, no pescoço ou na nuca. Gestos com os quais se mantém as mãos com palmas viradas para baixo, de modo geral, indicam desejo de domínio e distanciamento. Cruzar os braços ao falar pode sinalizar autodefesa.  O sorriso é o gesto mais significativo, pois expressa alegria e satisfação. Quando forçado transmite falsidade, portanto, deve ser evitado. Também pode indicar timidez.

Ressalto que nosso corpo é um poderoso instrumento de comunicação que culmina em uma simples, objetiva e muito conhecida frase: ‘’O corpo fala’’— um simples franzir de sobrancelhas, um dedo em riste, um movimento de cabeça querendo dizer sim ou não, ou uma gesticulação exagerada em um discurso inflamado podem revelar todo o seu ser em segundos, potencializando positiva ou negativamente a sua imagem.

*Reinaldo Passadori – Professor e CEO do Instituto Passadori, especialista em Desenvolvimento Humano e Comunicação Verbal. É autor dos livros: “Comunicação Essencial – Estratégias Eficazes para Encantar seus Ouvintes” – “As 7 Dimensões da Comunicação Verbal” – e “Media Training” – Comunicação Eficaz com a imprensa e a Sociedade – Editora Gente; “Quem não Comunica não Lidera”, da editora Atlas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>