Prof. Dr. Carlos Alberto Pereira ministra aula inaugural do MBA Gestão Tributária

O Prof. Dr. Carlos Alberto Pereira, Coordenador do MBA Gestão Tributária e Diretor Administrativo-Financeiro da FIPECAFI, ministrou, em 17 de março de 2015, a partir das 19 horas, a aula inaugural da 19ª Turma do MBA de Gestão Tributária. Alunos e convidados lotaram o auditório da sede da FIPECAFI, em São Paulo (SP).

O Professor Carlos Alberto Pereira apresentou o cenário tributário em amplo processo de reformulação, a entrada definitiva na era digital e a integração de informações em todas as esferas no Brasil e exterior (ou seja, colaboração da inteligência fiscal entre países).

O cenário tributário se sofistica com o cruzamento de informações, ao mesmo tempo em que ocorre uma complexidade na legislação fiscal e carga tributária crescente. “São 46 normas por dia útil e excesso de obrigações acessórias, ficando o Brasil em primeiro lugar no ranking Tax Compliance”, frisou o Prof. Carlos Alberto Pereira, que também é coordenador do Núcleo de Estudos em Controladoria e Gestão Tributária (EAC-FEA-USP).

“O cenário do Sistema Tributário Brasileiro reforça o papel estratégico da gestão tributária das empresas”, argumenta.

O Prof. Carlos Alberto Pereira destacou a importância da interdisciplinaridade e integração de conhecimentos. “Uma gestão tributária eficaz requer conhecimentos jurídicos, econômicos, contábeis, administrativos e legais”, declarou. O desafio do Comitê Tributário é integrar os conhecimentos. “A área tributária é tão ampla e complexa que se não houver integração de conhecimentos – dentro de uma visão global do negócio – os riscos tributários podem comprometer a continuidade do empreendimento”, afirmou.

MBA Gestão Tributária – O MBA Gestão Tributária foi lançado em 2008 e tem entre seus diferenciais: a abordagem interdisciplinar, integrando conhecimentos contábeis, jurídicos, legais, fiscais, econômicos e gerenciais. Os conhecimentos teóricos e práticos são aplicados às decisões tributárias. Professores altamente qualificados, especializados e experientes. Aulas presenciais são muitas vezes com os próprios autores dos livros. O curso possibilita networking entre profissionais com diferentes formações e experiências em diversas áreas de atuação. São realizadas palestras e workshops sobre temas atuais e relevantes, material didático incluso, turmas regulares e simultâneas e o MBA Gestão Tributária da FIPECAFI é referência no mercado.

“Com base em abordagem interdisciplinar, o curso oferece aos participantes conhecimentos teóricos e práticos, oriundos das áreas contábil, jurídica, legal, fiscal, econômica e administrativa, necessários para a identificação de oportunidades e o desenvolvimento de estratégias que objetivem a otimização dos custos tributários, o aumento da competitividade e a melhoria dos resultados das empresas”, concluiu o Prof. Dr. Carlos Alberto Pereira.

 

Inscrições abertas para a Turma 20 do MBA Gestão Tributária– com início do curso previsto para maio de 2015

www.fipecafi.org.br

(11) 2184-2034 Fax (11) 2184-2001

Patrícia Ferreira

 

Carreira internacional: o momento é agora

Profissionais das áreas de contabilidade, controladoria e finanças que sonham com uma carreira profissional no exterior, já podem começar a pensar no que vão levar na mala.

Foi divulgado um ranking, pela consultoria de recursos humanos Glassdoor, com uma lista composta por 25 profissões que estão em alta nos Estados Unidos, neste momento. Dentre elas, quatro envolvem as áreas comentadas anteriormente: gerente de novos negócios, gerente financeiro, analista de negócios e gerente de auditoria.

O caminho que levou ao resultado foi baseado em três fatores, retirados da base de dados da consultoria, como:

1)      Ganhos em potencial, de acordo com o histórico de rendimentos anuais dos profissionais;

2)      Um índice que analisa oportunidades de carreira;

3)      O número de oportunidades disponíveis para cada carreira.

Confira o número de vagas e o salário médio anual para as carreiras relacionadas à economia:

  • Gerente de novos negócios

Vagas: 11,616

Salário anual: US$ 94,907

  • Gerente financeiro

Vagas: 9,728

Salário anual: US$ 122,865

  • Analista de negócios

Vagas: 21,337

Salário anual: US$ 74,638

  • Gerente de auditoria

Vagas: 4,585

Salário anual: US$ 69,271

Qualifique-se e amplie suas oportunidades na carreira! Conheça os MBAs da FIPECAFI.

FIPECAFI realiza workshop “Desafios da Controladoria”

A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) realizou, em 29 de outubro de 2014, o workshop “Desafios da Controladoria”, a partir das 19 horas, em sua sede em São Paulo (SP). Profissionais interessados lotaram o auditório da FIPECAFI.

O Prof. Dr. Alexandre Assaf Neto abriu o evento e anunciou que a FIPECAFI está em processo de  análise na CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) do Ministério da Educação para lançar o Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional.

Assaf Neto observou que a FIPECAFI tem realizado workshop sobre Contabilidade, Controladoria e Finanças. Segundo ele, o Mestrado Profissional é uma modalidade de Pós-Graduação “stricto sensu” voltada para a capacitação de profissionais, nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a demandas do mercado de trabalho.

Estratégia – O Prof. Dr.  Welington Rocha destacou em sua palestra o desafio dos profissionais de controladoria em alinhar “mensuração, informação e tomada de decisão à estratégia da empresa”. O Prof. Welington Rocha citou uma série de casos empresariais que demonstram a importância do profissional ter uma visão interorganizacional.

O Prof. Dr. Fabio Frezatti enfatizou os desafios e ações dos profissionais de controladoria, que devem ter atuação influenciadora para que a companhia alcance seus objetivos.

O Prof. Dr. Márcio Borinelli mostrou a importância da controladoria buscar garantir que se realize o que foi planejado.  Borinelli apresentou pesquisa com base na publicação “Melhores e Maiores” da revista Exame demonstrando a crescente importância da controladoria. A pós-graduação e a fluência em língua estrangeira (principalmente, inglês) são diferenciais importantes no mercado de trabalho, concluiu.

DSCN2726 DSCN2672

Prof. Dr. Alexandre Assaf Neto, Prof. Dr. Márcio Borinelli, Prof. Dr.  Welington Rocha e Prof. Dr. Fabio Frezatti.

DSCN2685

 

FIPECAFI organiza o Workshop “Desafios da Controladoria”

A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) realiza, no dia 29 de outubro de 2014, a partir das 19 horas, o Workshop: “Desafios da Controladoria”.

O evento contará com palestra do Professor Dr. Iran Siqueira Lima,  Presidente da FIPECAFI e dos Professores Doutores Welington Rocha e Márcio Borinelli, Professores da FIPECAFI e da FEA-USP (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo).

Workshop: “Desafios da Controladoria”

Data: 29 de outubro de 2014

Horário: 19 horas

Local: Rua Maestro Cardim, 1.170 – Bela Vista – São Paulo – SP (próximo da Avenida Paulista e das estações Paraíso e Vergueiro do Metrô)

Clique aqui para mais informações.

IBRI e Abrasca realizam evento sobre mercado de capitais

No local, uma exposição paralela com 21 estandes permitirá às empresas/instituições exporem seus produtos/serviços 

Nos próximos dias 22 e 23 acontece o 16º Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais, realizado pela Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca) e pelo Instituto Brasileiro de Relações com Investidores e Mercado de Capitais (IBRI).

O evento será sediado na Fecomercio e contará com renomados palestrantes do Brasil e do exterior totalizando 700 participantes entre diretores e gerentes financeiros e de relações com investidores de companhias abertas, além de autoridades, dirigentes de entidades e demais profissionais ligados ao mercado financeiro e de capitais.

A FIPECAFI estará presente com um stand cheio de informações e novidades sobre o assunto. Visite-nos!

Saiba mais sobre o evento, clique aqui.

Evento sobre a importância da controladoria foi um sucesso

Palestra aconteceu no último dia 10 e contou com presenças ilustres

A FIPECAFI e a ANEFAC (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) apresentaram na noite da última terça (10/06), no auditório da instituição, a palestra “A Importância da Controladoria: a experiência da BM&FBOVESPA“.

A abertura do evento foi realizada pelo Prof. Dr. Iran Siqueira Lima, presidente da FIPECAFI; pelo Prof. Dr. Carlos Alberto Pereira, diretor administrativo-financeiro da FIPECAFI, e por Rubens Lopes da Silva, conselheiro de Administração da ANEFAC. Daniel Sonder, diretor executivo financeiro e corporativo (CFO – Chief Financial Officer), Paulo Claver, diretor financeiro e Alessandra Kardouss, gerente de controladoria da BM&FBOVESPA, falaram sobre a evolução dos processos de controle e as principais atividades da controladoria da BM&FBOVESPA a partir do ano de 2008, período em que ocorreu a integração das operações da BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros) com as da BOVESPA (Bolsa de Valores de São Paulo).

O evento também apresentou o MBA Controller que está com inscrições abertas e previsão de início em agosto de 2014. Clique aqui e saiba mais sobre o curso.

 

FIPECAFI recebe BM&FBovespa para falar sobre controladoria

Profissionais da companhia contam sobre a rotina e importância da área

No dia 10 de junho de 2014, o auditório da FIPECAFI será palco de um encontro de feras. O gerente de contabilidade, Paulo Claver, a gerente de controladoria, Alessandra Kardouss e o membro da Diretoria Executiva Financeira e Corporativa, Daniel Sonder, da BMF&Bovespa, ministrarão a palestra “A Importância da Controladoria”.

O evento terá início à partir das 19 horas. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas, portanto inscreva-se antecipadamente para garantir a sua.

Endereço: Auditório da sede da FIPECAFI – Rua Maestro Cardim, 1.170 – Bela

Vista – São Paulo/SP

Inscrições: eventos@fipecafi.org

Clique aqui e saiba mais.

MBA Controller abre turma em São Paulo

Curso está com inscrições abertas e início previsto para 24 de março

O programa do MBA Controller da FIPECAFI abrange aspectos operacionais, econômicos e financeiros de todas as atividades empresariais. A função de controladoria engloba conhecimentos relativos à gestão econômica e pode ser visualizada como uma área do conhecimento humano com fundamentos, conceitos, princípios e métodos vindos de outras ciências.

A FIPECAFI firmou parceria com a ANEFAC (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) visando oferecer um ensino ideal e completo, com atualização curricular constante e adequação às exigências do mercado.

Clique aqui para saber mais sobre o curso e inscrever-se nas últimas vagas!

mba controller

mba controller

Controladoria: ambiente e importância nas organizações

630-1-VSmith_Chiang4

Profª Drª Luciane Reginato*

É desafiador administrar um empreendimento em um ambiente turbulento, incerto e dinâmico como o empresarial. Ciclos de vida cada vez mais curtos de produtos, concorrência, renovação tecnológica constante, mercados globalizados, entre outras, são variáveis que requerem das ciências administrativas um permanente reexame das filosofias que sustentam suas contribuições para o desenvolvimento e a pujança das organizações. Entre os focos desse contínuo reexame está a busca pelo melhor entendimento dos fatores ambientais que permitam tornar o ambiente empresarial menos complexo e mais compreensível para os seus administradores.

Nesse cenário, de forma inequívoca, decidir é a tarefa mais importante em uma organização, parecendo claro, também, que o nível de sucesso das decisões depende da habilidade do decisor em desenvolver e analisar as alternativas disponíveis para as soluções dos problemas.

A área de controladoria tem a função de promover a eficácia dessas decisões, monitorando a execução dos objetivos estabelecidos, investigando e diagnosticando as razões para a ocorrência de eventuais desvios entre os resultados alcançados e os esperados, indicando as correções de rumo, quando necessárias, e, principalmente, suavizando as imponderabilidades das variáveis econômicas, através do provimento de informações sobre operações passadas e presentes e de sua adequada comunicação aos gestores, de forma a sustentar a integridade do processo decisório.

A função da controladoria consiste em apoiar o processo de decisão, utilizando-se para tanto de um sistema de informações que possibilite e facilite o controle operacional, por meio do monitoramento das atividades da empresa. A controladoria pode ter funções diversas, dependendo das dimensões da empresa e da filosofia que orienta a sua administração. No tocante à filosofia, é possível entendê-la como a forma segundo a qual a alta administração concebe os níveis de controles operacionais que a empresa deve adotar, bem como o formato das informações providas aos usuários e, em última análise, quais os sistemas de informações e as tecnologias que devem ser disponibilizados para este fim. Posto isto, entenda-se que esta filosofia reflete as características do modelo de gestão da empresa.

O controle organizacional, por sua vez, em sua forma plena reflete os meios utilizados pela administração para criar padrões de comportamento a serem seguidos pelos membros organizacionais, de forma que estes levem o empreendimento à eficácia, e que sirvam de base para o seu próprio monitoramento, utilizando-se procedimentos apropriados de gestão, entre eles o planejamento, considerado um instrumento macro de controle.

Nesse sentido, o planejamento se justifica apenas quando puder ser visto tanto como uma forma de acompanhamento do desempenho da empresa por seus líderes, quanto como uma bússola que direcione os gestores especificamente na condução das atividades sob suas responsabilidades. Se isso ocorrer, infere-se que esse instrumento pode realmente ser considerado como uma espécie de controle e monitoramento do desempenho da empresa e de seus gestores. Entretanto, ele não pode ser visto como suficiente para garantir uma gestão eficaz, pois depende de outros instrumentos complementares de gestão, também capazes de fornecer informações acuradas e oportunas, como as provenientes das contabilidades financeiras e de custos. Além dessas, é preciso focar todo o processo de gestão, que inclui não apenas o planejamento, mas, em igual nível de importância, a execução, o controle e o feedback.

Ganha ênfase nesse processo o recurso informação, por meio do qual é possível manter o controle entre planejamento e sua execução, melhorando as possíveis distorções existentes. Para garantir a fidedignidade da informação se faz necessário que a empresa mantenha uma robusta estrutura de controles internos e um nível elevado de governança corporativa. A controladoria existe também como um mecanismo de governança corporativa nas empresas.

Percebe-se, diante dessa contextualização, que a controladoria é uma área de extremo valor nas empresas, sendo considerada a centralizadora da informação para fins de monitoramento e reporte de informações. Para tanto, logicamente conta com o apoio das demais áreas da empresa e tem como objetivo apoiá-las.

Essa área aqui mencionada, para existir e gerir as atividades concernentes a ela, demanda um profissional com a devida competência e formação e necessário conhecimento: o controller. O controller deve atuar em uma empresa como um maestro atuante em uma regência de orquestra. No caso do controle, a atuação desse profissional consiste em reger (fornecer informações relevantes para as áreas executarem os planos e monitorar o desempenho consequente) a empresa como um todo. Essa atividade se dá por meio da informação, amparada em eficientes sistemas e ferramentas tecnológicas conjugados com o adequado desempenho das pessoas.

O papel essencial do controller não foge dessa sumarizada menção (continua o mesmo), entretanto o escopo de sua atuação depende da estrutura organizacional, ou seja, em uma organização pode-se ter a figura do controller geral, de logística, de produção (e outros) ou somente um controller.

Tendo em vista a relevância inquestionável da área de controladoria, principalmente com os avanços ocorridos na sociedade em geral (envolvendo economia, tecnologia e demais variáveis), o controller tem se destacado consideravelmente, tornando-se um profissional valioso no mercado. Cada vez mais as empresas buscam profissionais qualificados para atuarem na área de controladoria. É salutar, nesse sentido, que os profissionais que objetivem atuar nessa área, se preparem compativelmente com as demandas crescentes das empresas nacionais e estrangeiras.

Com o objetivo de capacitar o profissional, para que este entenda e faça parte da área de controladoria – extremamente relevante numa empresa – a Faculdade FIPECAFI oferece o curso de MBA Controller, coordenado em parceria com a ANEFAC – Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade. É um curso de excelência que conta com atualização curricular constante e adequação às necessidades dos profissionais das áreas de controladoria, contabilidade e finanças.

Para saber mais sobre o curso, clique aqui

* Luciane Reginato é Doutora e Mestre em contabilidade e controladoria e     Coordenadora do MBA Controller/FIPECAFI

Business Intelligence como instrumento de apoio à controladoria

BI (1)

Com o objetivo de investigar a contribuição das ferramentas da tecnologia da informação, especificamente as de Business Intelligence (BI), para a área de controladoria exercer sua função de suprir o processo decisório com as informações úteis por ele requeridas, Reginato e Nascimento (2007), conduziram, através de pesquisa de campo, um estudo de caso, em que o assunto pôde ser analisado em detalhes.

Para tanto, foram aplicadas entrevistas, orientadas por um roteiro construído para esse fim e por um protocolo previamente elaborado para o estudo, bem como foram analisados documentos internos, registros em arquivos e observação direta como fonte de evidências. O período de abrangência da análise dos dados foi de agosto de 2003 a dezembro de 2005, tendo sido possível observar a situação da empresa objeto do estudo antes e depois da implementação das ferramentas de BI.

Após a análise das entrevistas, dos indicadores das áreas e de seu impacto no resultado global da empresa, concluiu-se que as ferramentas de TI podem auxiliar a controladoria na função de prover informações confiáveis, úteis e tempestivas ao processo decisório, por meio de sua flexibilização e dinamicidade, proporcionando, como conseqüência, a melhoria dos resultados das áreas organizacionais, bem como da empresa como um todo.

A Faculdade FIPECAFI, mantida  pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras, também está atenta aos benefícios que as ferramentas de tecnologia da informação podem trazer à controladoria e, por isso, oferece o MBA Tecnologia, Inovação e Gerenciamento – TIGER.

Além de fomentar compreensão de estruturas, ações, metodologias e fenômenos de tecnologia e inovação em organizações, o curso permitirá aos participantes desenvolver capacidades de liderança especializada para analisar, propor, conduzir e avaliar estrategicamente decisões de TI com atitude de negócios.

Saiba mais sobre esse curso clicando aqui.

REGINATO, L. and  NASCIMENTO, A. A case study of Business Intelligence as instrument to support controllershipRev. contab. finanç. [online]. 2007.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.

FIPECAFI oferece Especialização em Contabilidade, Controladoria e Finanças


O fundo de investimento hoje possibilita grande retorno e crescimento no setor financeiro. De acordo com Moraes (2007), existem hoje mais de R$ 200 bilhões de reais aplicados em modalidades de fundos oferecidos por instituições e administradores de recursos. No entanto, encontrar um fundo de investimento adequado é uma tarefa cada vez mais difícil no mercado, até mesmo aos investidores experientes.

O autor defende em sua dissertação “Desenvolvimento de um método para avaliação qualitativa e quantitativa de fundos de investimento”, um novo método de avaliação e classificação dos fundos de investimento a partir de uma pesquisa de campo com grupos de consultores e investidores. Seu resultado apresenta uma nota ao investimento analisado, de forma a facilitar o entendimento tanto aos antigos, como os novos investidores do mercado financeiro.

Com o objetivo de oferecer uma formação conceitual de mercado aos profissionais das áreas de Finanças e Contabilidade, a Faculdade FIPECAFI, mantida pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras, oferece o curso de Especialização em Contabilidade, Controladoria e Finanças. O programa oferece condições de desenvolvimento conceitual progressivo e consistente do aluno, para que o pensamento teórico transforme-se em uma experiência de mercado.

Seja capaz de compreender o mercado financeiro, faça a especialização de Contabilidade, Controladoria e Finanças na FIPECAFI. Saiba Mais.

Telefone para informações: (11) 2184-2020

E-mail: especializacao@fipecafi.org

MORAES, Marcus Alexandre de Souza. Desenvolvimento de um método para avaliação qualitativa e quantitativa de fundos de investimento. São Paulo: 2007.