fbpx

Você sabe o que faz um administrador?

O curso de administração é um dos cursos de ensino superior mais procurados no Brasil e oferece ao profissional uma formação bastante abrangente e multidisciplinar, o que confere a esse profissional a vantagem de poder atuar em diversas frentes.
A administração e uma das profissões mais tradicionais e conhecidas no mercado, mas você já parou para pensar o que é a administração e o que faz um administrador? Neste texto, tentaremos explicar brevemente alguns aspectos essenciais sobre a profissão, como o campo de atuação, remuneração, possibilidades de formação, entre outros.
O estudo da administração utiliza conceitos da Economia, Psicologia, Direito, Marketing, Contabilidade, Logística, entre outros, para compreender os fatores que influenciam o gerenciamento de recursos financeiros, materiais e de recursos humanos dentro das organizações.
O administrador utilizará de forma conjunta os conhecimentos de várias áreas para a sua atuação. Por exemplo, será necessário compreender a lei da oferta e demanda, estudada em Economia, para entender oscilações de preço no mercado, que por sua vez também afetam os fluxos de caixa, estudados pela Contabilidade, ou ainda, compreender o comportamento dos indivíduos, estudado em Psicologia, para verificar se o perfil de um candidato a uma vaga de emprego está alinhado à cultura da organização e assim fazer contratações adequadas.
Para entendermos um pouco mais sobre o papel do administrador na sociedade, precisamos perceber que tudo que está em nossa volta passa por algum tipo de organização, seja ela do primeiro setor (público), segundo setor (privado) ou terceiro setor (social) setor.
Desde o computador e a internet que possibilitaram o seu acesso a este conteúdo, ou até mesmo um simples parafuso usado que foi usado na construção da sua mesa. Todos esses são produtos ou serviços desenvolvidos por organizações/empresas para atender as necessidades das pessoas: a internet atendeu a necessidade de nos comunicar e o parafuso nos possibilitou construir.
Quando analisamos uma empresa naturalmente imaginamos que ela surgiu de uma boa ideia. Mas apenas uma boa ideia não é suficiente – é preciso planejamento, execução e controle, para que boas ideias possam sair do papel e ganhar uma forma concreta.
E é justamente aqui que entram os administradores profissionais, responsáveis pela gestão das organizações, com um conjunto de habilidades e competências, capazes de atuar em diversos setores e níveis de uma empresa, seja ela grande ou pequena, e liderar com uma visão completa de todo mecanismo, como se estivesse operando a engrenagem de uma empresa para que ela possa funcionar.
O profissional da administração precisa ter pensamento crítico, analítico e ser criativo para reconhecer e definir soluções para os mais diversos problemas. Deve ser comunicativo e ter capacidade para liderar pessoas. Além disso, deve ser resiliente, ter conhecimento técnico e domínio das ferramentas disponíveis para melhor desempenho de suas funções.
A atuação do profissional da administração é regida pela Lei nº 4.769/65 e fiscalizada pelos Conselhos Regionais de Administração (CRA) e Conselho Federal da Administração (CFA). Existem mais de 80 campos de atuação para o administrador, conforme listado pelos CRA e CFA, e estão divididos em oito grandes grupos:

• Recursos Humanos: gestão de pessoas e seus vínculos empregatícios, remunerações, treinamento, recrutamento e seleção;
• Organização e Métodos: consultoria, auditoria, perícias, análise de processos, implantação de planos e controles;
• Marketing: vendas, canais de distribuição, pesquisa de mercado, desenvolvimento de produtos;
• Financeira: análises e gestão de capital, aplicações e financiamentos, controle de pagamentos e recebimentos;
• Orçamento: projeções, previsões e controles;
• Produção: pesquisa, análise, planejamento e controle de produção;
• Material e Logística: controles de materiais, planejamento de compras e distribuição das vendas;
• Desdobramentos ou Conexos: segmentos específicos como administração hospitalar, hoteleira, rural, cooperativas, consórcios e factorings.

Contudo, conforme apresentado na 6ª edição da “Pesquisa Nacional Perfil, Formação, Atuação e Oportunidade de Trabalho do Administrador”, realizada pelos CRA e CFA, as áreas mais demandadas são: Financeira, Marketing e Recursos Humanos.
A mesma pesquisa ainda demonstra que aproximadamente 47% dos administradores ocupam cargos de gestão (presidência, diretoria, coordenação, gerência ou supervisão), sendo que aproximadamente 30% dos entrevistados, formados em até 5 anos, já exerciam essas funções.
Adicionalmente, a renda individual mensal do Administrador está entre 3 e 10 salários mínimos, sendo que a média aproximada foi de 9 salários mínimos. Vale ressaltar que esse valor varia de acordo com o tamanho, setor e nível hierárquico na organização.

O curso da FIPECAFI

No curso de Administração da Faculdade FIPECAFI o aluno terá contato com todo arcabouço teórico e prático necessários para desempenhar, com excelência, qualquer função nas áreas da administração, com foco expertise financeiro da instituição

O curso é oferecido na modalidade EAD e possui aulas-chat síncronas, ministradas ao vivo, books de apoio, Biblioteca Virtual disponível 24h e equipe qualificada de tutores, tutores-auxiliares e monitores que dão suporte ao aprendizado.

O diploma oferecido pelo curso é equivalente ao de um curso presencial. Além disso, a graduação em administração da Faculdade FIPECAFI conta com certificações intermediárias ao longo do curso que facilitam a promoção e integração profissional dos acadêmicos.

O curso ainda conta com convênios internacionais para intercâmbio e existe a possibilidade de seguir a trilha de formação: duas graduações em menos tempo.

O aluno graduado em Administração pela Fipecafi consegue também a dupla titulação em Ciências Contábeis com mais um ano de curso, podendo atuar como Administrador e Contador. Além da dupla titulação em Ciências Contábeis, também é possível obter a dupla titulação em Gestão Financeira com mais um ano de curso.

A Faculdade FIPECAFI pertence à Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (FIPECAFI), ligada ao Departamento de Contabilidade e Atuária (EAC) da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), é considerada a 7ª melhor instituição de ensino superior do país.

A FIPECAFI obteve nota 05 (nota máxima) no Índice Geral de Cursos (IGC) que avalia a qualidade dos cursos de ensino superior. Apenas 2,2% das instituições conseguiram esse resultado. Foram 2.070 instituições analisadas, somente 46 tiveram nota máxima (5).

Todos os professores do curso de Administração possuem no mínimo titulação de mestrado e/ou doutorado e são considerados referencias em seus campos de atuação com singular experiência no mercado de trabalho e educação.

Ficou interessado no curso? Clique aqui e conheça o curso de Bacharelado em Administração da Faculdade FIPECAFI.

Autoria:

André Baron Filter
andre.filter@fipecafi.org

Jhonatan Hoff
jhonatan.hoff@fipecafi.org